Case report
Severe thrombocytopenia induced by iodinated contrast after coronary angiography: The use of gadolinium contrast and intravascular ultrasound as an alternative to guide percutaneous coronary intervention
Trombocitopenia severa induzida pelo contraste iodado, após angiografia coronária: a utilização do gadolínio e ECO intravascular como alternativa para guiar a intervenção coronária percutânea
José María Cubero-Gómez, Francisco J. Guerrero Márquez, , Luis Diaz-de la-Llera, Mónica Fernández-Quero, Agustín Guisado-Rasco, Manuel Villa-Gil-Ortega
Haemodynamic and Interventional Cardiology, University Hospital Virgen del Rocío, Seville, Spain
Recebido 10 Dezembro 2015, Aceitaram 28 Abril 2016
Abstract

Acute contrast-induced thrombocytopenia is a rare event with the use of modern low osmolarity iodinated contrast media. The pathophysiological mechanism that causes platelet counts to drop has not been identified, but an immunological mechanism is suspected due to cytotoxicity after previous exposure to contrast. We report the case of a 47-year-old male patient with acute severe thrombocytopenia due to iodinated contrast media exposure. His platelet count after the procedure with the highest amount of contrast was zero, which is the lowest reported platelet count to date. Percutaneous coronary revascularization under both intravascular ultrasound and gadolinium contrast guidance was performed without complications. The most feared complication after the use of gadolinium is nephrogenic systemic fibrosis, especially in patients on hemodialysis.

Resumo

A trombocitopenia aguda induzida pela utilização endovascular de contraste iodado de baixa osmolaridade é um acontecimento raro com os novos contrastes. O mecanismo fisiopatológico que provoca a diminuição do número de plaquetas ainda não foi esclarecido, mas suspeita-se que possa ser devido a um mecanismo imunológico por toxicidade após a exposição ao contraste. Apresenta-se o caso clínico de um homem de 47 anos com trombocitopenia aguda severa, devido à exposição a contraste iodado. A contagem de plaquetas após o procedimento desceu para zero, o que corresponde ao valor mais baixo alguma vez reportado. A revascularização miocárdica percutânea foi realizada guiada por IVUS e gadolínio, sem complicações. Após a utilização do gadolínio, a complicação mais temível é a fibrose fefrológica aguda, especialmente em doentes em hemodiálise.

Keywords
Imaging, Intravascular ultrasound, Contrast agents, Percutaneous coronary intervention
Palavras-chave
Imagem, Ecografia intracoronária, Agentes de contraste, Intervenção copronária percutânea

Métricas

  • Impact Factor: 1,195(2016)
  • 5-years Impact Factor: 0,728
  • SCImago Journal Rank (SJR):0,29
  • Source Normalized Impact per Paper (SNIP):0,398