Prática clínica
Avaliação da implementação de uma consulta de cirurgia endócrina no litoral alentejano
Evaluation of the implementation of an endocrine surgery unit in Litoral Alentejano
Diogo Sousaa,, , Miguel Allena, Ana Cruza, Diogo Marinhoa, Andreia Ferreiraa, Daniel Costa Santosa, André Mateusa, Pierpaolo Cusatib, Vítor Rochaa, José Augusto Martinsa
a Serviço de Cirurgia, Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), Santiago do Cacém, Portugal
b Serviço de Anatomia Patológica, Unidade Local de Saúde de Litoral Alentejano (ULSLA), Santiago do Cacém, Portugal
Received 10 September 2015, Accepted 07 June 2016
Resumo

A Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) serve uma área com cerca de 100.000 habitantes, sendo os doentes com patologia tiroideia observados pelos médicos dos cuidados de saúde primários e, quando necessário, referenciados a consulta de medicina interna, por não existir a especialidade de endocrinologia. Até 2010, a maioria dos doentes com indicação cirúrgica era diretamente referenciada para o Hospital São Bernardo (a 110km de distância do Hospital do Litoral Alentejano). Em 2011, foi criada a consulta de cirurgia endócrina, passando a ser possível dar resposta a todas as solicitações. Apresenta‐se a evolução da casuística desta patologia no Serviço de Cirurgia da ULSLA, com um total de 118 doentes operados de 2005‐2014, 87% dos quais após a criação da consulta de cirurgia endócrina.

Realizou‐se um estudo prospetivo (2011‐2014) de todos os doentes submetidos a cirurgia tiroideia. Apresentam‐se os dados demográficos, o tipo de intervenção efetuada, a caracterização citológica e histológica dos nódulos, bem como a morbilidade registada.

A consulta de Cirurgia Endócrina no Hospital do Litoral Alentejano – ULSLA, criada em 2011, começou a dar melhor resposta a este tipo de patologia. O protocolo de registo prospetivo permitiu uma avaliação fiel da atividade cirúrgica, sem perda de dados. Com dedicação de uma equipa a esta patologia foi conseguida uma resposta adequada às necessidades da população, com uma baixa morbilidade, de acordo com os parâmetros da literatura.

Abstract

The Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) covers a geographical area with 100.000 inhabitants. Given the absense of an Endocrinologist in our center, patients with thyroid disease are followed by the primary health care providers and referred to Internal Medicine when necessary. Until 2010, most of the patients who needed surgery were sent to the Hospital de São Bernardo (110Km away from Hospital do Litoral Alentejano). In 2011, an Endocrine Surgery unit was created, which started to receive these patients. We present the data on the evolution of care to this condition in the Department of Surgery of the ULSLA, with a total of 118 patients operated from 2005 to 2014, 87% of which were operated on after the creation of this unit.

We performed a prospective (2011‐2014) study of every patient submitted to thyroid surgery. The demographical data, the type of intervention performed, the cytological and histological characterization of the nodules, as well as the morbidity and mortality are presented.

The Endocrine Surgery unit in the Hospital do Litoral Alentejano–ULSLA, created in 2011, started to give a better response to this type of condition. The prospective registry protocol allowed for an accurate evaluation of the surgical activity without loss of data. With the dedication of a team to this condition we achieved an adequate response to the population needs, with a low morbidity, according to the parameters found in literature.

Palavras‐chave
Tiroide, Cirurgia, Tiroidectomia, Endocrinologia
Keywords
Thyroid, Surgery, Thyroidectomy, Endocrinology

Open Access

Creative Commons License
Revista Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

+ info