Original Article
The postoperative venous thromboembolism (TREVO) study – Risk and case mortality by surgical specialty
Estudo TRomboEmbolismo Venoso pós-Operatório (TREVO) – risco e mortalidade por especialidade cirúrgica
Cristina Amarala,, , Luís Guimarães Pereiraa, Ana Moretoa, Ana Carolina Sáa, Ana Azevedob
a Serviço de Anestesiologia, Centro Hospitalar de São João, Porto, Portugal
b Departamento de Epidemiologia Clínica, Medicina Preditiva e Saúde Pública, Faculdade de Medicina, Universidade do Porto, EPIUnit – Instituto de Saúde Pública, Universidade do Porto, Centro de Epidemiologia Hospitalar, Centro Hospitalar de São João, Porto, Portugal
Received 04 December 2015, Accepted 25 November 2016
Related article:
Abstract
Introduction and Objectives

Venous thromboembolism, risk of which is increased in surgical patients, is a preventable cause of morbidity and death. The primary objective of this study was to estimate the incidence of symptomatic postoperative venous thromboembolism in adults at a tertiary university hospital, overall and by surgical specialty. The secondary objective was to analyze severity of and mortality from thromboembolic events.

Methods

We performed a retrospective study to identify cases of in-hospital postoperative venous thromboembolism, encoded by the International Classification of Diseases, Ninth Revision, according to the Joint Commission International criteria. Adult patients admitted for surgery in 2008-2012 were included.

Results

Among 67635 hospitalizations, 90 cases of postoperative symptomatic venous thromboembolism were identified (median age 59 years), corresponding to an incidence of 1.33/1000 admissions (95% confidence interval [CI] 1.1-1.6/1000). Neurosurgery had the highest risk (4.07/1000), followed by urological surgery and general surgery (p<0.001). There were 50 cases of pulmonary embolism, 11 of which were fatal. Of the 90 cases, 12.2% occurred under neuraxial anesthesia and 55.1% in patients with American Society of Anesthesiology III physical status. At least 37.7% of patients with events received a prophylactic dose of injectable anticoagulant postoperatively. The overall risk decreased from 2008 to 2012. Venous thromboembolism-associated mortality during hospitalization was 21.1% (95% CI 13.6-30.4).

Conclusions

The incidence of postoperative symptomatic venous thromboembolism was 1.33/1000. Neurosurgery showed the greatest risk. Mortality was 21.1%.

Resumo
Introdução e objetivos

O tromboembolismo venoso, cujo risco está aumentado no doente cirúrgico, é uma causa evitável de morbimortalidade. O objetivo primário deste estudo foi estimar o risco de tromboembolismo venoso sintomático pós-operatório global e por especialidade cirúrgica, num hospital terciário. Secundariamente, foram analisadas a gravidade e mortalidade dos eventos tromboembólicos.

Métodos

Foi realizado um estudo retrospetivo para a identificação de casos de tromboembolismo venoso pós-operatório intra-hospitalar, codificados pela Classificação Internacional de Doenças – 9.ª revisão, pelos critérios da Joint Commission International. Foram incluídos episódios de internamento de doentes adultos, operados, no período 2008-2012.

Resultados

Em 67635 episódios de internamento com cirurgia identificaram-se 90 casos de tromboembolismo venoso pós-operatório (mediana de idades: 59 anos), correspondendo a um risco de 1,33/1000 episódios (intervalo de confiança a 95% [IC95%], 1,1-1,6/1000). A neurocirurgia apresentou maior risco (4,07/1000), seguida pela urologia e pela cirurgia geral p<0,001. Houve 50 episódios de embolia pulmonar, dos quais 11 foram fatais. Dos 90 casos, 12,2% decorreram sob anestesia do neuro-eixo e 55,1% em doentes com estado físico ASA III. Foi administrada dose profilática de anticoagulante injetável no pós-operatório a, pelo menos, 37,7% dos doentes. O risco decresceu de 2008 até 2012. A mortalidade associada aos eventos de tromboembolismo venoso durante o internamento foi 21,1% (IC95%, 13,6-30,4).

Conclusões

O risco de tromboembolismo venoso sintomático pós-operatório foi de 1,33/1000. A neurocirurgia apresentou maior risco. A mortalidade foi de 21,1%.

Keywords
Thromboembolism, venous, Risk, Surgical specialties, Incidence, Complication, Patient safety
Palavras-chave
Tromboembolismo venoso, Risco, Especialidades cirúrgicas, Incidência, Complicação, Segurança do doente

Metrics

  • Impact Factor: 1.195(2016)
  • SCImago Journal Rank (SJR):0,24
  • Source Normalized Impact per Paper (SNIP):0,398