Review article
Cost-effectiveness of ambulatory blood pressure monitoring in the management of hypertension
Custo-efetividade da monitorização ambulatória da pressão arterial na abordagem da hipertensão arterial
Diogo Costaa,, , Ricardo Peixoto Limab
a Unidade de Saúde Familiar Santa Clara, Agrupamento de Centros de Saúde Grande Porto IV, Vila do Conde, Portugal
b Unidade de Saúde Familiar das Ondas, Agrupamento de Centros de Saúde Grande Porto IV, Póvoa de Varzim, Portugal
Received 28 April 2016, Accepted 02 September 2016
Abstract
Introduction and Objectives

The prevalence of hypertension in Portugal is between 29.1% and 42.2%. International studies show that 13% of individuals have masked hypertension and 13% of diagnoses based on office blood pressure measurements are in fact white coat hypertension. More sensitive and specific blood pressure measuring methods could avoid costs associated with misdiagnosis. The aim of this study was to review the cost-effectiveness of ambulatory blood pressure monitoring (ABPM) compared to other methods in the management of hypertension.

Methods

We performed a literature search in CMA Infobase, Guidelines Finder, National Guideline Clearinghouse, Bandolier, BMJ Clinical Evidence, the Cochrane Library, DARE, Medline, the Trip Database, SUMSearch and Índex das Revistas Médicas Portuguesas. We researched articles published between January 2005 and August 2015 in Portuguese, English and Spanish, using the MeSH terms “Hypertension”, “Blood Pressure Monitoring, Ambulatory” and “Cost-Benefit Analysis” and the Portuguese search terms “Hipertensão”, “Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial” and “Análise Custo-Benefício”. Levels of evidence and grades of recommendation were attributed according to the Oxford Centre for Evidence-Based Medicine scale.

Results

Five hundred and twenty-five articles were identified. We included five original studies and one clinical practice guideline. All of them state that ABPM is the most cost-effective method. Two report better blood pressure control, and a Portuguese study revealed a saving of 23%.

Conclusions

The evidence shows that ABPM is cost-effective, avoiding iatrogenic effects and reducing expenditure on treatment (grade of recommendation B). The included studies provide a solid basis, but further evidence of reproducibility is needed in research that is not based mainly on analytical models.

Resumo
Introdução e objetivos

A prevalência da hipertensão arterial em Portugal situa-se entre 29,1 e 42,2%. Estudos internacionais revelam que 13% são mascaradas e 13% dos diagnósticos baseados na pressão arterial medida no consultório são hipertensão bata-branca. Métodos de medição da pressão arterial mais sensíveis e específicos podem evitar custos associados a erros de diagnóstico. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão sobre a relação custo-efetividade da monitorização ambulatória da pressão arterial (MAPA) comparativamente a outros métodos na abordagem da hipertensão arterial.

Métodos

Realizou-se uma pesquisa bibliográfica nas bases de dados CMA Infobase, Guidelines Finder, NGC, Bandolier, Clinical Evidence, Cochrane Library, DARE, Medline, Trip Database, SumSearch e Índex das Revistas Médicas Portuguesas. Pesquisaram-se artigos publicados entre janeiro de 2005 e agosto de 2015 nas línguas portuguesa, inglesa e espanhola, usando os termos MeSH «Hypertension», «Blood Pressure Monitoring, Ambulatory» e «Cost-Benefit Analysis» e os DeCS «Hipertensão», «Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial» e «Análise Custo-Benefício». Atribuíram-se níveis de evidência e força de recomendação segundo a escala da Oxford Centre for Evidence-Based Medicine.

Resultados

Foram identificados 525 artigos. Incluíram-se cinco estudos originais e uma norma de orientação clínica. Todos relatam que a MAPA é a mais custo-efetiva. Dois associam-na a melhor controlo da pressão arterial. Um estudo português mostrou uma economização de 23%.

Conclusões

A evidência revela que a MAPA é custo-efetiva, evitando iatrogenia e gastos com tratamento (força de recomendação B). Os estudos incluídos constituem uma base sólida, mas impõe-se reprodutibilidade em estudos não fundamentados maioritariamente em modelos analíticos.

Keywords
Hypertension, Blood pressure monitoring, ambulatory, Cost-benefit analysis
Palavras-chave
Hipertensão, Monitorização ambulatória da pressão arterial, Análise custo-efetividade

Metrics

  • Impact Factor: 0.454(2014)
  • SCImago Journal Rank (SJR):0,24
  • Source Normalized Impact per Paper (SNIP):0,398