Original Article
Blood pressure is associated with body adiposity indicators in children aged 4 to 7 years
A pressão arterial está associada a indicadores de adiposidade corporal em crianças de quatro a sete anos
Sarah Aparecida Vieiraa,, , Poliana Cristina de Almeida Fonsecaa, Cristiana Santos Andreolib, Patrícia Feliciano Pereiraa, Helen Hermana Miranda Hermsdorffa, Andréia Queiroz Ribeiroa, Silvia Eloiza Priorea, Sylvia do Carmo Castro Franceschinia
a Departamento de Nutrição, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brazil
b Departamento de Tecnologia em Gastronomia, Instituto Federal de Minas Gerais, Ouro PretoM, MG, Brazil
Received 14 February 2017, Accepted 24 July 2017
Related article:
Abstract
Introduction and Objective

Studies in adults have shown an association between increased adiposity and hypertension, but few studies have analyzed this association in childhood. The aim of this study was to investigate the association between blood pressure (BP) and body adiposity indicators in children, controlling for the variables of birth conditions, sociodemographics, lifestyle and diet.

Methods

In this cross-sectional study of 399 children aged 4 to 7 years, the dependent variable was BP, measured according to the protocol established by the 7th Brazilian Guidelines on Hypertension. The explanatory variables of the study were waist-to-height ratio (WHtR) and body mass index (BMI). Multiple linear regression was used to assess the independent association between adiposity and BP indicators adjusted for the variables of birth conditions, sociodemographics, lifestyle and diet. Statistical significance was set as α=5%.

Results

BMI for age and WHtR correlated positively with systolic (SBP) and diastolic blood pressure (DBP). After multivariate analysis, higher values of BMI (model 1) and WHtR (model 2) were associated with increased SBP and DBP.

Conclusion

Increased body adiposity, as assessed by BMI and WHtR, was associated with increased SBP and DBP among the children studied. Thus, we suggest the use of BMI and WHtR in the nutritional assessment of children to detect changes in BP and other cardiometabolic risk factors in this population.

Resumo
Introdução e objetivo

Estudos feitos com adultos têm demonstrado associação entre aumento da adiposidade corporal e hipertensão arterial, mas ainda são escassos estudos que avaliaram essa associação na infância. O objetivo deste estudo foi investigar a associação entre pressão arterial e indicadores de adiposidade corporal em crianças, controlada por variáveis de nascimento, sociodemográficas, de estilo de vida e dietéticas.

Métodos

Estudo transversal com amostra de 399 crianças de quatro a sete anos. A variável dependente foi a pressão arterial, aferida de acordo com protocolo estabelecido pela VII Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial. As variáveis explicativas do estudo foram os índices relação cintura-estatura (RCE) e índice de massa corporal (IMC). A regressão linear múltipla foi usada para avaliar a associação independente entre indicadores de adiposidade e pressão arterial, ajustada por variáveis de nascimento, sociodemográficas, estilo de vida e alimentação das crianças. Considerou-se como significância estatística α=5%.

Resultados

O IMC/I e a RCE correlacionaram-se positivamente com a pressão arterial sistólica e diastólica. Após as análises múltiplas, os maiores valores de IMC (modelo 1) e RCE (modelo 2) se associaram ao aumento da pressão arterial sistólica e diastólica.

Conclusão

O aumento da adiposidade corporal, avaliada pelo IMC e pela RCE, associou-se ao aumento da pressão arterial sistólica e diastólica entre as crianças avaliadas. Assim, sugere-se o uso do IMC e da RCE na avaliação nutricional de crianças, para screening de alterações na pressão arterial e outros fatores de risco cardiometabólico nessa população.

Keywords
Blood pressure, Adiposity, Child
Palavras-chave
Pressão arterial, Adiposidade, Criança

Metrics

  • Impact Factor: 1.195(2016)
  • SCImago Journal Rank (SJR):0,267
  • Source Normalized Impact per Paper (SNIP):0,419