Original Article
Ambulatory blood pressure monitoring in heart failure and serum sodium levels
Monitorização ambulatória da pressão arterial na insuficiência cardíaca atendendo aos níveis de sódio sérico
José Carlos Arévalo-Loridoa,, , Juana Carretero-Gómeza, Luis Manzano Espinosab, Javier Sobrino-Martínezc, José Luis Arias-Jiménezd, Francesc Formigae, Antoni Castro-Salomóf, Miguel Camafort Babkowskig
a Internal Medicine Department, Zafra County Hospital, Badajoz, Spain
b Internal Medicine Department, University Hospital “Ramón y Cajal”, Madrid, Spain
c Internal Medicine Department, “l’Esperit Sant” Hospital, Barcelona, Spain
d Internal Medicine Department, University Hospital “Virgen Macarena”, Sevilla, Spain
e Internal Medicine Service, University Hospital of Bellvitge, Barcelona, Spain
f Internal Medicine Service, University Hospital Sant Joan, Tarragona, Spain
g Internal Medicine Service, University Hospital Clínic, Barcelona, Spain
Received 29 July 2016, Accepted 29 November 2016
Abstract
Aims

To determine whether there are differences in blood pressure profile on dynamic assessment by ambulatory blood pressure monitoring (ABPM) according to serum sodium levels in stable heart failure patients.

Methods

Data were collected from the Spanish National Registry on Ambulatory Blood Pressure Monitoring in Heart Failure (DICUMAP). Patients underwent ABPM by the oscillometric principle using a Spacelabs 90121 monitor. The sample was divided into three groups according to sodium levels and their clinical and laboratory data and echocardiographic findings were analyzed. Robust statistical methods were used to compare the groups in univariate and multivariate models.

Results

A total of 175 patients (44.57% male) were analyzed. We found a predominance of anomalous circadian blood pressure profiles in all three groups, with a significantly higher percentage of risers in the lowest serum sodium group (p=0.05). In addition, in this group there were significant differences in mean 24-hour systolic blood pressure (SBP) (24-h SBP, p=0.05) and in mean daytime SBP (dSBP, p=0.008), with significant differences in nocturnal fall in SBP (p=0.05) and in diastolic blood pressure (p=0.005). In multivariate analysis a significant relationship was found between sodium levels and 24-h SBP (OR 0.97, 95% CI 0.95-0.99, p=0.01) and dSBP (OR 0.96, 95% CI 0.94-0.99, p=0.004).

Conclusion

A relationship was found between lower sodium levels and lower systolic blood pressure, especially during waking hours, with a lower decline between daytime and night-time blood pressure.

Resumo
Objetivos

Determinar se existem diferenças no perfil da pressão arterial, através da monitorização da pressão ambulatória da pressão arterial como método de avaliação dinâmica nos doentes estáveis com insuficiência cardíaca, dependendo dos níveis de sódio sérico.

Métodos

Os dados do doente foram obtidos do Registo Nacional Espanhol para Insuficiência Cardíaca e Medição Ambulatória da Pressão Arterial. Submeteram-se à monitorização ambulatória da pressão arterial através do princípio oscilométrico, utilizando um monitor Spacelabs 90121. Dividimos a amostra em três grupos de acordo com os níveis de sódio e analisámos os dados clínicos e laboratoriais, bem como os achados ecocardiográficos. Utilizámos metodologia estatística consistente para comparar os grupos em modelos univariados e multivariados.

Resultados

Foram analisados 175 doentes (44,57%). Relativamente à pressão arterial, constatámos a predominância do perfil circadiano anómalo nos três grupos, com uma percentagem significativa mais elevada de um perfil de elevação no grupo com sódio sérico mais baixo (p=0,05). Além disso, constatámos neste grupo diferenças significativas nos valores médios da pressão arterial sistólica em 24 h (PAS24 h, p=0,05) e nos valores médios da pressão arterial sistólica durante período vígil (PASd, p=0,008), com uma diferença significativa na descida noturna da PAS (p=0,05) e da pressão arterial diastólica (p=0,005). Numa análise multivariada ajustada, constatámos uma relação significativa entre os níveis de sódio e a PAS24 h (OR 0,97, IC 95% 0,95-0,99, p=0,01) e a PASd (OR 0,96, IC 95% 0,94-0,99, p=0,004).

Conclusão

Constatámos uma relação entre os níveis mais baixos de sódio e a PAS mais baixa, especialmente durante o período vígil, com uma descida decrescente entre a pressão arterial diurna e noturna.

Keywords
Heart failure, Sodium, Ambulatory blood pressure monitoring
Palavras-chave
Insuficiência cardíaca, Sódio, Monitorização ambulatória da pressão arterial

Metrics

  • Impact Factor: 1.195(2016)
  • SCImago Journal Rank (SJR):0,24
  • Source Normalized Impact per Paper (SNIP):0,398